Cadastro Socioambiental

O estudo socioambiental realizado em 2003 em parceria com o Centro Brasileiro para Conservação da Natureza e Desenvolvimento Sustentável (CBCN) levantou as características e condições das comunidades que residem na área de influência da bacia. Agora esses dados estão sendo atualizados através do Cadastro Socioambiental das propriedades rurais localizadas na área de atuação do Programa Graipu Água e Vida.

O cadastramento gera um banco de dados que permite ao SAAE Guanhães conhecer melhor os moradores da região. Com isso, é possível estabelecer uma parceria com a comunidade, conhecendo sua realidade e suas necessidades a fim de avaliar e elaborar estratégias para direcionamento das atividades do Programa Graipu Água e Vida.

Além disso, esse contato representa uma importante ferramenta para o corpo técnico da autarquia, pautando decisões e embasando a criação de programas e projetos que impactam de forma positiva não só a população do entorno da bacia, mas também a população da cidade que é abastecida pela água captada no manancial.

O cadastramento socioambiental realizado em 2011 revelou que a área de atuação do Graipu Água e Vida conta com 233 residências, sendo a população residente de 481 pessoas. A principal atividade econômica desenvolvida na área é a agropecuária, destacando-se a produção leiteira e a cultura de subsistência.