Carregando 0.00%

Manancial de Abastecimento

O manancial de abastecimento de Guanhães é o Ribeirão Graipu. A área da bacia, acima do ponto de captação é de 6.700 ha. A micro bacia do Ribeirão Graipu está situada nos municípios de Guanhães e Sabinópolis, Zona do Rio Doce - Região Centro-Nordeste de Minas Gerais.

Em relação ao uso da bacia, 48% da área é ocupada com pastagens, 45% com florestas primárias, secundárias e vegetação de média estratificação. De relevo ondulado a montanhoso, a região é formada com 7% de culturas agrícolas e outras atividades como a criação de animais, concentrada principalmente na bovinocultura. O comprimento total dos cursos d'água que drenam a bacia é de 126 km, alimentados por 83 nascentes.

Na área da bacia, o montante do ponto de captação é de 6.700 ha com aproximadamente 233 residências com um total de 481 habitantes. Possui descargas mínimas de 10 anos de recorrência e 7 dias de duração (Q7.10) igual a 229,5 L/s.

Com um índice de qualidade da água superficial adequado para o abastecimento humano, o Ribeirão Graipu, se enquadra na Classe 02 da Deliberação Normativa Conjunta do COPAM/CERH, N° 1 de 2008. Tal resolução dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, além de estabelecer as condições e padrões de efluentes.

A portaria n° 2914/2011 do Ministério da Saúde estabelece padrões sanitários para a água bruta que devem ser obedecidos e mantidos em um manancial de captação, dentre eles, níveis máximos de cianobactérias e agrotóxicos. O Ribeirão Graipu apresenta resultados abaixo do determinado para os referidos parâmetros e sendo assim, não oferece riscos à população de Guanhães.

A conservação da Bacia do Ribeirão Graipu é de fundamental importância para a população, já que é dela que são captados 216 m³/hora de água para o abastecimento da cidade.

O SAAE Guanhães, através do Programa Graipu Água e Vida, promove trabalhos de revitalização e conservação do manancial. O objetivo desse programa, criado em 2006, é o desenvolvimento de diversos projetos que visam restabelecer o equilíbrio entre a ocupação da área de influência da bacia e o desenvolvimento socioambiental.