Carregando 0.00%

Correntinho

Distrito localizado a 27 km da sede do Município, via BR 259, e a 22 km, via BR 120. Economicamente o distrito notabiliza-se pela produção artesanal de queijo e derivados, além de produtos hortifrutigranjeiros.

Manancial de Abastecimento

A seleção da fonte abastecedora de água é fundamental na construção de um sistema de abastecimento. Na escolha da fonte, deve ser avaliada a localização, topografia da região, vazão do manancial e a presença de possíveis focos de contaminação.

Os mananciais de abastecimento do distrito de Correntinho são Poços Tubulares da Bacia Hidrográfica do Rio Corrente Grande, com denominações e localizações distintas.

O sistema de abastecimento de água é constituído por três poços profundos, que consiste na captação de água subterrânea, efetuada por meio de poços artesianos.

De maneira geral os poços artesianos de nossos sistemas são perfurações que variam de 50 a 100 metros, feitas no terreno para aproveitamento da água dos lençóis profundos e confinados. A água desses lençóis é captada por bombas instaladas submersas no lençol d’água e enviada à superfície por tubulações.

Quanto à qualidade, as águas de lençóis subterrâneos apresentam geralmente características físicas perfeitamente compatíveis com os padrões de potabilidade. Devido à ação de filtração lenta através das camadas permeáveis, apresentam-se com baixos teores de cor e turbidez, não sendo necessário, por isso, sofrer processos de clarificação. Por esse motivo, são geralmente isentas de bactérias normalmente encontradas em águas superficiais.

Concepção do Sistema

O sistema de abastecimento de água de Correntinho é composto de dois sistemas, sendo um denominado Sistema Campo - Igreja,tendo como fonte de abastecimento um poço artesiano localizado na Rua Natanael Silva Neto, 330 (no campo de futebol) e outro poço artesiano localizado na Rua Eurides Coelho Medina, 346, adjacente à Igreja. A água proveniente dos poços é bombeada até um centro de reservação localizado próximo ao cemitério. Composto por dois reservatórios interligados que funcionam como vasos comunicantes, o volume de reservação totaliza 100 m3 e alimenta toda a rede de distribuição existente para o Sistema Campo – Igreja.

O outro sistema, denominado Sistema Sapé, tem como fonte um poço artesiano perfurado no final da Rua Eurides Coelho Medina, região conhecida como “Sapé”. O Sistema Sapé é independente, ficando a alternativa de interligação de sua rede de distribuição ao Sistema Campo - Igreja através de manobra de registro que os divide.

As principais características desse sistema de abastecimento de água são:

  • Sistema

  • Campo

  • Sapé

  • Igreja

  • Fonte de Abastecimento

  • Poço Artesiano

  • Poço Artesiano

  • Poço Artesiano

  • Profundidade

  • 81 m

  • 70 m

  • 105 m

  • Diâmetro

  • 150 mm

  • 150 mm

  • 150 mm

  • Nível Estático

  • 4,50 m

  • 5 m

  • 4,70 m

  • Nível Dinâmico

  • 26,40 m

  • 33 m

  • 46,70 m

  • Vazão de bombeamento

  • 8,53 m³/h (2,37 L/s)

  • 4,75 m³/h (1,32 L/s)

  • 2,52 m³/h (0,70 L/s)

  • Reservatório

  • Apoiado Cilindríco Metálico

  • Apoiado Cilindríco Metálico

  • Apoiado Cilindríco Metálico

  • Volume do Reservatório

  • 50 m3

  • 50 m3

  • 50 m3

  • Distância do poço ao reservatório

  • 376 m

  • 110 m

  • 605 m

  • Extensão do Recalque

  • 412 m

  • 152 m

  • 665 m

  • Diâmetro do Recalque

  • 60 mm

  • 60 mm

  • 40 mm

  • Desnível Geométrico

  • 54,64 m

  • 60,54 m

  • 76,30 m

  • Altura Manométrica

  • 71,86 m

  • 62,65 m

  • 90,35 m

  • Tempo médio de funcionamento da bomba

  • 13:40 horas/dia

  • 15:42 horas/dia

  • 15:45 horas/dia

  • Extensão da Rede de Distribuição

  • 6731 m

  • Número Ligações de Água

  • 444

  • Número de Economias de Água

  • 454

  • População Abastecida

  • 1187 hab

Captação/ Tratamento/ Distribuição/ Reservação

No Distrito de Correntinho a água é captada através de uma bomba instalada dentro do poço artesiano, sendo encaminhada através de uma tubulação em PVC denominada recalque até um ponto de reservação, localizado em cota adequada. A partir do reservatório a água é distribuída através de tubulações que percorrem as ruas.

O tratamento é simplificado e consiste na desinfecção através da adição de hipoclorito de sódio e fluoretação com adição do ácido fluossilícico. A desinfecção garante a qualidade microbiológica da água até as residências e a fluoretação previne o desenvolvimento de cárie dentária.

A rede de distribuição é construída em tubos de PVC de diâmetros variados e o sistema é 100% micro medido através da instalação de hidrômetros em todos os ramais prediais.